JATAIZINHO CONTINUA NA MOBILIZAÇÃO DO COMBATE A DENGUE

Publicado em: Sexta-Feira, 20 de Março de 2015
Fonte: Assessoria imprensa

Mesmo com início das temperaturas mais frias, Jataizinho e outros 15 municípios do estado estão em situação de epidemia, e vem articulando uma forte mobilização que envolve desde contratação de 40 novas frentes de trabalho, articulação com todos os departamentos da administração municipal que envolve aproximadamente 150 pessoas, e mutirões educativos com cerca de 400 alunos do sistema municipal de ensino.

Até o momento segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), Jataizinho registra 196 casos da doença, e segundo a diretora do Departamento Municipal de Saúde, Ângela Menezes, estão previstos para próxima semana dois grandes mutirões, o primeiro terá o apoio do departamento municipal de educação e cultura, que articulou com as escolas municipais, mutirões simultâneos no entorno e, nos bairros onde se encontra cada uma das quatro escolas municipais.

Ela explica que, após esse mutirão haverá um segundo momento, que será outro grande mutirão de limpeza e educativo, que envolverá aproximadamente 200 pessoas, entre funcionários da administração municipal, e novas frente de trabalho, contatadas emergencialmente a fim de executar os serviços de roçagem, limpeza de quintais, terrenos baldios e a aplicação de inseticida com aparelhos costal.

“Nesse momento em que passamos, está sendo muito importante o auxílio  que recebemos do governo do estado, através da Sesa, e a 17ª regional. “Mas toda essa mobilização precisa da conscientização de toda população, só assim vamos conseguir acabar de vez com a dengue em Jataizinho”, termina Ângela.

Trabalho contínuo

O chefe de divisão de Vigilância Sanitária de Jataizinho, Athos Araújo Machado, frisou que além os trabalhos de monitoramento e execução de vistorias, a VS  pode lançar notificações em casos de dengue em quintais e terrenos baldios, e cita que até o momento foram 140.

Da frente de trabalho que contratamos 10 deles irão receber treinamento de técnicos da 17ª regional de saúde, para executar o serviço de aplicação de inseticida costal em todos os lotes e prédios da cidade, explicou Machado.

Multa

Ele também lembrou que o prefeito Élio Duque, publicou recentemente a alteração na lei municipal nº 929, que dispões sobre cobrança de multa por infração ao combate à proliferação da dengue, no artigo 3º que antes o proprietário de lote vazio, quando notificado tinha 15 dias para apresentar comprovar que realizou a devida limpeza do mesmo. Agora o tempo ficou menor 5 dias.